marketing digital

Footer Icon

Storytelling: A jornada da marca para encantar a audiência

Contar histórias sempre esteve presente na humanidade, através das paredes nas cavernas, em volta de fogueiras ou até em uma mesa de bar.

Você já parou para pensar que grande parte do nosso conhecimento veio de histórias contadas através de gerações? Da Bíblia ao Big Brother.

O Storytelling sempre esteve presente no teatro, novelas, no cinema e agora também na publicidade e no marketing. Mais do que contar uma história, ela precisa ser autêntica, envolvente, criativa para que possa atrair, emocionar e criar nas pessoas uma sensação de “nós”, de identificação!

Mas como contar histórias que encante minha audiência?

Por incrível que pareça, existe uma fórmula. Joseph Campbell nos apresentou em seu livro “O herói de mil faces”, um estudo sobre um padrão de narrativa presente nas histórias mais famosas e emocionantes, surgindo assim a Jornada do Herói. Como somos legais – vamos facilitar para você, resumimos em 8 passos fundamentais para que sua história funcione sem falhas.

Antes de tudo é preciso conhecer sua audiência, saber quem é a sua persona! Tendo isto em mãos, lance os dados e inicie sua Jornada do Herói:

1. Mundo Comum: crie um herói que cause identificação da marca com o cliente, por isso a importância de conhecer a persona.

2. Chamado à aventura: aqui seu herói é convocado para uma aventura, vajamos um exemplo: Camila é empreendedora e precisa resgatar o amor dos clientes por seu empreendimento e assim aumentar as vendas. Na Jornada do Herói, Camila é nossa ‘heroína’ que precisa encontrar o ‘tesouro’.

3. Recusa ao Chamado: a heroína reluta à mudança, não quer ter a responsabilidade, tem medo de fracassar. Por isso é necessário que a marca convença sua personagem a sair da zona de conforto, pois somente assim ela poderá ter a tão sonhada recompensa. Camila precisa entender que para obter as recompensas, tem que mudar, e é aí que sua marca entra, mostrando a ela que é possível e que você estará ao seu lado!

4. Obstáculos: o que seria das lições se não houvessem obstáculos? Para que Camila complete sua aventura, ela precisa superar uma série de obstáculos e desafios como por exemplo “a concorrência”.

5. Encontro com o mentor: assim como Luke teve Yoda, nossa heroína deverá ter um mentor que a ensinará sobre si mesmo, coisas que ela jamais soube e guiará sua transformação, passando de uma “simples mulher” a heroína. Sua marca deve ser o mentor que auxiliará Camila a superar seus obstáculos!

6. Preparação para as mudanças: muitas vezes para se conquistar os objetivos, um herói precisa abrir mão dos medos, e é no mentor que ele encontra a ajuda necessária para superar as barreiras. Camila precisa trabalhar sua marca no meio digital e encantar seus clientes para superar a concorrência.

7. Recompensa: após enfrentar seus medos, ela se tornou mais que uma mulher, agora é capaz de lutar contra tudo e todos, e por sua dedicação será recompensada. Todo esforço e aprendizado de Camila junto a sua marca resultará em sucesso, ela foi capaz de superar sua concorrência e se tornar referência no mercado!

8. Retorno com o Elixir: transformada por todos os acontecimentos, sua jornada está concluída, agora ela pode viver tranquila sabendo que o mundo é um lugar seguro outra vez. No nosso caso, Camila poderá se sentir mais segura ao levar consigo todo material que adquiriu durante esta jornada de sucesso!

Jornada do Herói e o Marketing

A Jornada do Herói ajuda as marcas a se tornarem próximas de seus clientes e desta maneira consegue construir sua imagem e criar estratégias de Branding.

É possível aplicar etapas da jornada na história da empresa, do seu fundador, de um funcionário ou da sua persona, e seu roteiro deverá apresentar um texto criativo e emocionante dando destaque para sua transformação. O herói de uma marca faz com que a audiência tenha maior simpatia, empatia e identificação com a empresa.

A história deverá inspirar, e esta inspiração por si só já vende, o Storytelling mostrará a todos que sua marca possui um coração, uma alma, ela é alguém como você ou eu, aproximando-a cada vez mais do seu público!

 

Poliana S Zaníni Lopes

Analista de Conteúdo Digital e Interação na Tambaki. Formada em Jornalismo