marketing digital

Footer Icon

Tudo o que você precisa saber sobre Personas

Diferentemente do público-alvo, a persona segmenta seu mercado, ela é a definição do cliente típico, com as principais características dos compradores como: nome, idade, profissão, hobbies. Isso tudo é baseado em dados reais sobre o comportamento e características dos clientes. Essas características são desenhadas através de muita pesquisa até que se chegue o mais próximo possível, do cliente ideal.

Para definir a persona de sua empresa, a pesquisa realizada é muito mais completa do que a pesquisa feita para a definição do público-alvo. Nesse caso, leva-se em conta características pessoais como relacionamento, desejos e medos, o que orientará a equipe na hora da produção de conteúdo.

Para ficar mais claro, podemos dizer que a persona é uma parte do público-alvo.  Por exemplo, o público-alvo poderá abranger homens de 20 a 45 anos que ganham até 2 salários mínimos. Já persona é bem mais específica e nesse caso seria, João de 25 anos, universitário e que gosta de jogar futebol aos fins de semana.

 

Analisando assim, ficaria muito mais fácil direcionar as ações de comunicação para clientes com as características mais específicas como a de João, isto é, todos os esforços se voltariam aos vários “Joãos” cliente típico da marca, produto ou serviço.

É importante lembrar que não há como definir uma persona antes de definir muito bem um público-alvo, os dois são importantes.
Ficou claro? Vamos então partir para a prática:

post site

Este é o exemplo de uma persona, suas informações são específicas, é para ela que você venderá e que criará seu conteúdo.

É importante ficar atento para não cometer os seguintes erros:

  • Criar muitas personas – não é recomentado mais que 10 personas, isso para empresas de maior porte;
  • Não use o achismo – persona não é o que você acha que um cliente seu é, ela é a junção de diversas informações do seu público, dados coletados dos seus clientes, que depois de serem analisados se transformam em uma pessoa fictícia;
  • Não retenha suas personas – transmita suas personas para o maior número de pessoas da empresa, todos devem conhecem para quem devem trabalhar, isso facilitará não só sua equipe de conteúdo, de produção, mas como de vendas e pós-vendas;
  • Mantenha o equilíbrio – sua persona é apenas um referencial para ajudá-lo a traçar suas estratégias, mas isto não quer dizer que ela deverá ser muito complexa repleta de informações que poderão confundir ao invés de facilitar.E por fim, se você achou ainda muito complicado, deixa que a gente te ajuda. A PNA está aqui para contribuir para o crescimento do seu negócio!